quinta-feira, 10 de abril de 2014

José Ricardo questiona remanejamento de verba de R$ 9,4 milhões dos professores

Da tribunal, o deputado solicitou informações sobre as despesas administrativas. (Elisa Garcia Maia/Aleam)

O deputado José Ricardo (PT), nesta quinta-feira (10), lamentou a recusa por parte do governo no reajuste de salário dos professores. Ele informou que solicitou ao governo estadual a retirada do Projeto de Lei nº 106/2014, que remaneja na Secretaria de Estado de Educação (Seduc) cerca de R$ 9,4 milhões da valorização dos profissionais da educação e do fortalecimento da gestão escolar para os serviços administrativos de água, luz e telefone do referido órgão.

“Lamentamos ter que tirar dinheiro dos professores e de que os recursos públicos acabem não tendo uma aplicação adequada. Precisamos de mais recursos para educação e para valorizar quem trabalha nesta área, ao mesmo tempo em que precisamos verificar, como os recursos existentes estão sendo gastos. Por esse motivo estou solicitando informações sobre estas despesas administrativas para pagamento de água, luz, telefone e ao mesmo tempo questionar sobre um evento da Seduc realizado no Tropical Hotel com gestores de educação do interior, sabe-se lá por qual o motivo, quando foram gastos alguns milhões com comida e hospedagem, no hotel mais caro da região” questionou.

Para José Ricardo, se havia dinheiro para despesas com hotel, porque não há dinheiro para o pagamento de contas de água e luz, tendo que remanejar verbas dos professores. “Os professores estão em luta e recentemente estiveram em Audiência Pública nesta Casa, proposta por mim e pelo deputado Luiz Castro (PPS), e agora chegou às minhas mãos, através de um professor, documento que comprova que o novo PCCS (Plano de Cargos, Carreiras e Salários), diminui o salário dos professores ao invés de aumentá-lo”, relatou.

Fonte: http://www.ale.am.gov.br/2014/04/10/jose-ricardo-questiona-remanejamento-de-verba-de-r-94-milhoes-dos-professores-para-pagamento-de-despesas-com-agua-luz-e-telefone/