quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Vereador Waldemir José reforça pedido de CPI para investigar quadrilha de aluguéis de prédios alugados pela Semed


“Essa Casa tem o dever de fiscalizar as ações do Executivo Municipal”. Foi o que relatou o vereador Waldemir José, durante o Pequeno Expediente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), realizado na manhã desta quarta-feira (02), ao reforçar o pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as denúncias do ex-subsecretário municipal de educação Deuzamir Pereira (PSDB) de que a Prefeitura de Manaus está sendo explorada por uma quadrilha de aluguéis de prédios utilizados como escola. O requerimento que solicita investigação é de autoria dos vereadores petistas professor Bibiano, Waldemir José e Rosi Matos. 

De acordo com as denúncias de Deuzamir Pereira, a Secretária Municipal de Educação (Semed) aluga 172 prédios que são utilizados como escolas em toda a cidade, anexos ou mesmo depósito que chegam a um custo de R$29 milhões por ano. Ele informou, ainda, que existem prédios cuja locação não valem R$3mil, mas que a Secretaria aluga por R$70 mil. 

Para Waldemir, a Câmara Municipal não pode achar que essa situação seja normal, porque os aluguéis são pagos com o dinheiro da população. “Não dá para colocar panos quentes na declaração do ex-secretário. A Câmara tem o dever de fiscalizar e investigar. A CPI vai apontar se existe ou não uma máfia. Não cabe a esse parlamento afirmar, sem nenhuma investigação, que não existem irregularidades”, disse o líder petista. 

O parlamentar relatou, ainda, que em visitas realizadas em alguns desses prédios alugados, percebeu que, em muitos deles, não há infraestrutura para realização de aulas. Além disso, verificou que problema como esse não acontece somente na área da Educação, há relatos também na área da saúde, como é caso no bairro Cidade Nova de um prédio alugado para ser centro odontológico pelo Administração Municipal, mas que até o momento não está sendo utilizado com esse fim”, disse Waldemir. “Alguns prédios estão com sua estrutura original, sem as condições necessárias para serem transformados em escolas e, ainda assim, a Prefeitura paga muito caro por eles. 

Os parlamentares petistas esperam a sensibilidade dos demais vereadores para que aprovem o pedido de CPI.

Fonte: Assessoria de Comunicação