segunda-feira, 7 de outubro de 2013

DESATARAM A REDE E ATARAM O PSB! - Por Frederico Passos

Foto: Na falta da rede o jeito foi esse!

Quem diria, caros leitores e únicos amigos, desataram a Rede da Marina, digo, da Bláblárina. Por seis votos a um, o Tribunal Superior Eleitoral - TSE não aprovou a criação do partido sem partido no nome da Marina. E agora, o que será de Marina, digo, da Bláblárina? Não sei, talvez até saiba...

E assim como ocorreu com a votação dos embargos infringentes, os ministros do TSE foram pressionados a aprovar a criação da Rede. Diversos artistas globais, como o capitão Nascimento, realizaram vídeos de apoio a criação do partido da Marina. Mas de nada adiantou. No pleno do TSE somente o voto solitário de Gilmar Mendes foi favorável a criação da Rede. Até o Marco Aurélio Mello votou contra a criação da Rede!

E quem mais torcia para a criação da Rede eram os tucanos, a revista Veja e a Globo. O Aécio Never culpou o PT pela não aprovação da Rede no TSE. Sinceramente, acho que não foi o PT, mas foi culpa do Dirceu, que tem amigos lá pelo Tribunal. Aliás, ser amigo do Dirceu virou sinônimo de coisa ruim. Ainda bem que não sou lá essas coisas, talvez por isso alguns dizem que sou amigo do Dirceu!

Voltando ao assunto, o que deverá acontecer com a Marina? Parece que deverá fazer o que até ontem condenava, ou seja, filiar-se a um partido com partido no nome. E foi o que aconteceu no sábado, 05.10, quando Marina se filiou ao Partido Socialista Brasileiro – PSB. E seus eleitores apartidários, que detestam bandeiras, camisas, bonés e broches de partido, que dirão de sua atitude? Não sei, mas acho que a galera do Anonymous deverá promover um protesto em todo País para que a Marina se desfilie do PSB. Eu tô com eles, os responsáveis pelo despertar do Gigante em junho e, também, sua sonolência em setembro, se é que vocês me entendem!

Alguns analistas estão dizendo que a Rede da Marina não foi aprovada por pura arrogância dela. Ela acreditava, segundo estes analistas, que os apartidários que participaram dos protestos de junho iriam se filiar em massa ao seu partido sem partido no nome. Por isso ela ficou tranquila, sentada no trono de seu apartamento, com a boca escancarada, cheia de dentes, esperando os filiados da Rede chegarem aos borbotões! Mas ela só descobriu o engodo do Gigante em setembro, faltando 30 dias para o término do prazo para o registro de seu partido. E ai ela tentou correr! Mas, imaginem a Marina correndo? Uma tartaruga ganha da Marina em qualquer modalidade de atletismo!

Agora os tucanos estão felizes. Conseguiram um partido para a Marina, que, de certa forma, vai oxigenar a candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que ainda não chegou aos dois dígitos nas pesquisas eleitorais. Somente assim eles poderão levar a eleição para o segundo turno em 2014. Agora, estou criando a TEIA. E ai, vamos conversar?

* Frederico A. Passos - e-mail: fred_passos@yahoo.com.br