segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Waldemir José diz que doador de campanha de Arthur tem prédio alugado para SEMED


Durante o Pequeno Expediente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), realizado na manhã desta segunda-feira (07), o vereador Waldemir José (PT) anunciou que entrará com requerimento solicitando da Secretaria Municipal de Educação (Semed) todos os contratos de locação de imóveis, com os referidos valores e nome dos proprietários. Além disso, o parlamentar reforçou a necessidade de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar esses contratos. 

De acordo com Waldemir, a Semed aluga 172 prédios em Manaus para serem utilizados como escolas, anexos ou mesmo depósitos, o que chega a custar ao Munícipio um total de R$29 milhões por ano e um desses prédios, a Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Domingos Sávio, onde funcionou o comitê de campanha do prefeito Artur Neto (PSDB) na última eleição, ainda não tem nem contrato de locação. 

Além de disso o parlamentar questionou o fato de que o proprietário desse prédio, Carlos Edson Guedes de Oliveiro, ter sido doador para campanha do prefeito do valor de R$10 mil, como consta no sítio do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “O aluguel desse imóvel é um retribuição pelo valor doado à Campanha de Artur ou é um pagamento de campanha?”, disse Waldemir José. 

Por esses motivos, o vereador petista, mais uma vez, afirmou e reforçou a necessidade de instauração da CPI para investigar as irregularidades nos contratos de aluguéis realizados pela Semed. “Com essas informações, temos elementos suficientes para realizar uma investigação. Só a realização de uma CPI para esclarecer essas denúncias”, afirmou. 

Fonte: Assessoria de Comunicação