segunda-feira, 2 de setembro de 2013

“Corregedor da Aleam deve se considerar impedido de tratar do Caso Nicolau”, diz José Ricardo


O deputado José Ricardo Wendling (PT) considera que o corregedor da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), deputado Ricardo Nicolau (PSD), deveria se declarar impedido de tratar do caso onde ele próprio está envolvido, ou seja, nas denúncias de superfaturamento das obras do edifício-garagem. A Comissão de Ética da Casa enviou o pedido de investigação feito por José Ricardo, juntamente com os deputados Luiz Castro (PPS) e Marcelo Ramos (PSB), para o corregedor, sendo que o mesmo o reencaminhou àComissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ).

“Considero nulo esse ato do corregedor, enquanto envolvido diretamente no processo”, afirmou José Ricardo, que nesta terça (3) irá conversar com Marcelo Ramos e Luiz Castro para apresentarem representação junto à Mesa Diretora da Aleam, a fim de tornar nulo esse ato do corregedor, bem como cobrar decisão sobre os rumos do pedido de investigação feito por eles envolvendo o ex-presidente da Casa, deputado Ricardo Nicolau, em superfaturamento nas obras do edifício-garagem, que só de aditivo, por serviços supostamente pagos e não realizados, está em torno de R$ 1,6 milhão, além da suspeita de fraude em documentos para justificar pagamentos das obras, que totalizam R$ 24,6 milhões, dos quais cerca de R$ 5 milhões foram supostamente desviados.

Fonte: Assessoria de Comunicação