sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Seremos idosos - Por José Ricardo Wendling*

 

O Brasil tem cerca de 15 milhões de idosos e idosas na sua população. A tendência é crescer o número de idosos nos próximos anos, visto que aumentou o tempo de vida das pessoas no País. Em média, a longevidade é de 75 anos, sendo que as mulheres vivem mais do que os homens.

O Dia do Idoso é dia 1º de outubro. Nesta data, foi publicada a Lei 10.741/2003, que criou o Estatuto do Idoso. Uma lei que diz que os idosos merecem proteção integral e que é responsabilidade da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público cuidar dos idosos e garantir seus direitos. Quais direitos? Todos os direitos que lhes garanta qualidade de vida e respeito.

Porém, será que os direitos são respeitados? Em muitas famílias, os idosos estão com doenças graves e precisam de apoio. Têm idosos com ‘Mal de Alzeimer’, que precisam de cuidados permanentes, nem sempre mantidos pela família. Tem até situações familiares que se utilizam dos pagamentos de aposentadoria para outros fins, deixando-os abandonados, onde também não são ouvidos e respeitados pelos filhos e até humilhados.

Será que as comunidades valorizam a participação dos idosos? É uma pena que muitos idosos, com tantos conhecimentos, são desprezados em ambientes de trabalho e nas comunidades. Discriminações contra idosos estão presentes na sociedade quando supervaloriza a idade mais nova ou padrões de beleza, como se idosos não fossem capazes ou belos.

O Estatuto do Idoso define que o Poder Público tem obrigação de atender o idoso na saúde, na assistência social, no lazer, na moradia e nas diversas ações de afirmação de direitos. Será que isso está acontecendo? Na próxima segunda (30), estarei realizando Sessão Especial na Assembleia Legislativa pela passagem do Dia do Idoso, juntamente com a deputada Conceição Sampaio (PP).

Também temos que parabenizar atividades, como da Pastoral da Pessoa Idosa, dos Conselhos de Direitos dos Idosos e de grupos de idosos, pois estão fazendo a sua parte. E você, o que está fazendo para cuidar de seus idosos? Lembre-se, todos seremos idosos um dia.

José Ricardo Wendling é Advogado, Economista e Deputado Estadual pelo PT-Am.