quinta-feira, 26 de setembro de 2013

José Ricardo defende plano urbanístico e de moradia para a Região Metropolitana de Manaus


Diante de mais um episódio envolvendo ocupação urbana na Região Metropolitana de Manaus (RMM), agora no Município de Iranduba, o deputado José Ricardo Wendling (PT) afirmou que o Governo do Estado precisa implantar uma política urbanística e de moradia para essas cidades vizinhas.

Ontem, a Polícia Militar (PM) e diversos órgãos estaduais acompanharam o processo de desocupação urbana em Iranduba. “Uma situação que pode terminar em conflito”, disse ele, criticando que o Governo do Estado investiu R$ 1,1 bilhão para a construção da ponte sobre o rio Negro e está duplicando a Estrada Manoel Urbano, mas que nunca investiu num projeto urbanístico para a localidade.

Ele defendeu que o Estado construa loteamentos públicos para vender à população, por meio de convênios com o Governo Federal, para que possa construir suas casas, seja com recursos próprios ou por financiamentos. “Não há projetos públicos na área, apenas empreendimentos particulares”.

Para o parlamentar, a Conferência Estadual das Cidades, que inicia nesta quarta, tendo como um dos temas a ocupação urbana, deve ser o espaço para que a sociedade defina sua prioridades e que possam influenciar as políticas públicas estaduais. “A ocupação urbana é um assunto prioritário para a região”, concluiu.