domingo, 23 de junho de 2013

Grupos organizam atos públicos nesta semana em Manaus


Duas manifestações devem acontecer nesta semana em Manaus. A primeira é organizada pelo Movimento Passe Livre e tem data marcada para a próxima segunda-feira (24). A segunda é do Movimento Independente, que acontece na quarta-feira (26). Ambas terão concentração no Largo São Sebastião, Centro, sendo os horários de 16h e 17h, respectivamente. Também haverá manifestações em alguns municípios do Amazonas: Iranduba dia 25 (terça-feira), Itacoatiara e Parintins dia 26 (quarta-feira).

O Movimento Passe Livre Manaus tem como foco lutar por um transporte público municipal de qualidade e uma tarifa reduzida. Conforme descrição do evento na fanpage oficial no Facebook, as pautas deliberadas em assembleia popular são: redução da tarifa do transporte coletivo e passe livre estudantil; melhoria do transporte, como assentos, paradas de ônibus, manutenção da frota e limpeza dos coletivos, manutenção dos terminais, regularidade nos horários, frota que atenda a necessidade de cada área e capacitação dos trabalhadores.

Além destas, o MPL Manaus pontua que o domínio dos dados da planilha de gastos esteja na mão da prefeitura e que sejam disponibilizados para a população, além de um Conselho Municipal de Transporte Público com membros da sociedade civil envolvidos e indicados pela população através de consulta popular (como é feito na escolha de conselheiros tutelares). O conselho teria o poder de fiscalizar e acompanhar os dados que compõe as planilhas para o cálculo da passagem.

O evento na internet (https://www.facebook.com/events/237625416362153/ ) já confirma, até na manhã deste domingo (23), aproximadamente 10 mil participantes. O horário de concentração da manifestação organizada pelo MPL é às 16h no Largo São Sebastião, onde seguirá para o Palácio Rio Branco, gabinete da Prefeitura de Manaus, localizado na Avenida Sete de Setembro, Centro. No ato, as reivindicações serão entregues ao prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB).

A manifestação de quarta organizada pelo Movimento Independente - Manaus na Mudança do Brasil tem um foco mais amplo. Após enquete, um dos organizadores, o jornalista Victor Affonso, disse que foram definidas as primeiras pautas de mobilização, que serão redigidos em forma de manifesto.

Entre as discussões está o arquivamento da Proposta de Emenda Constitucional 37/2011, que dá o poder de investigação criminal exclusivamente para polícias federais e civis, retirando a atribuição de órgãos, como do Ministério Público (MP).

A PEC 37, que seria votada na quarta-feira (26) na Câmara dos Deputados, foi adiada, conforme assessoria de imprensa da Presidência da Câmara, e deverá ser marcada durante reunião do presidente da casa, Henrique Eduardo Alves, com o grupo de trabalho que discute a proposta.

Outras pautas se concentram na melhoria no sistema de educação e aumento do salário dos professores; encarceramento dos “mensaleiros”; melhorias no sistema de saúde pública e também no sistema de transporte público e redução da tarifa.

Segundo Affonso, o ato sairá da Rua 10 de Julho até a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, na Avenida Mário Ipiranga, bairro Parque 10, zona centro-sul. “Ao chegarmos no local, cartazes serão colados na grade frontal do edifício e os manifestantes farão atos pacíficos, como cantar o hino nacional sentados de costas para o prédio e gritar palavra de ordem. Frisamos que esse ato é de natureza pacífica e repudiamos qualquer ato de vandalismo”, explicou.