sexta-feira, 14 de junho de 2013

Ataque cardíaco mata Abílio Farias


O cantor Abílio Farias morreu no final da tarde desta sexta-feira, depois de sofrer um ataque cardiaco. O cantor, de 68 anos, ainda chegou a ser levado para o Prontocord, passou por um atendimento de emergência, mas não resistiu, vindo a falecer.

Em 1960 começou tocar em rádios. Em 1967 gravou seu primeiro LP pela gravadora Tapecar. "Vou Fechar o Cabaret", foi um de seus maiores sucessos .Em 2006, lançou seu 13º CD com uma série de shows pelo Estado do Amazonas. O maior sucesso da carreira de Abílio ainda é "Mulher Difícil, Homem Gosta".

Nascido em 1946, na capital da Zona Franca, Abílio era um dos poucos artistas que, independente de tocar em rádios, gravar discos anualmente, e da força de uma gravadora, tinha seu nome defendido pelos amantes da música popular. Seu estilo musical seguia o padrão imortalizado por Waldick Soriano, ou seja, cantava o que o povo entende e gosta de ouvir. Cantando como amador desde os 14 anos de idade, foi assim que ele descobriu que tinha um público fiel, resultado de suas apresentações na Rádio Baré. Abílio Farias já tinha um nome, quando foi levado para o Rio de Janeiro em 1967, para gravar o seu primeiro LP.