quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Simpósio reúne acadêmicos do Amazonas para discutir pedagogia intercultural


O 1º Simpósio Proind e Diversidades Amazônicas discutirá pedagogia intercultural, diversidade identitária, acadêmica e profissional dos 2.044 integrantes do curso de Pedagogia Intercultural Indígena (Proind). O evento acontecerá nos dias 21, 22 e 23 de outubro em Manaus, e terá como tema “Pedagogia Intercultural: seus sujeitos, suas identidades e processos educativos”, discutido por alunos do curso e por palestrantes de renome nacional.

Durante a programação haverá mesas de discussão sobre diversos temas, entre eles diversidade cultural e processo de oralidade em comunidades indígenas. O evento já conta com a inscrição de uma média de 500 participantes, incluindo acadêmicos do curso nos 52 municípios do Amazonas, que se deslocarão para Manaus para acompanhar a programação. 

Programação

Durante o simpósio, haverá discussões sobre as implicações e complexidades do universo sociolinguístico-cultural-educativo dos seus sujeitos: indígenas, quilombolas, ribeirinhos, pescadores, pessoas que tenham origem nos antigos seringais – povos e comunidades tradicionais da Amazônia.

Ao todo, 586 índios dos povos Apurinã, Arara, Baniwa, Baré, Dessana, Hexkariana, Jamamadi, Kaixana, Kambeba, Katukina, Kokam, Kulina, Macuxi, Marubo, Mayoruna, Miranha, Munduruku, Mura, Parintintin, Piratapuia, Satere-Mawé, Tariano, Tukano, Tenharin, Tikuna, Torá, Tuyuka, Wanano, Yanomami participam do curso.

A proposta do evento é trazer à tona saberes, conhecimento científico, conhecimentos tradicionais e ações pedagógicas desenvolvidas no estado, na atuação dos diferentes sujeitos, já referenciados, nas redes públicas e educação e nos diversos contextos sociais: comunidades, aldeias indígenas, ribeirinhas, rural, interioranas e urbanas.

Palestrantes

O 1º Simpósio Proind terá a conferência de abertura do professor João Pacheco, do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e das palestras sobre formação de professores e oralidade nas comunidades indígenas com a presença dos palestrantes Gersem Baniwa da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Salomão Hage da Universidade Federal do Pará (UFPA), Andérbio Márcio Silva Martins da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e Altaci Corrêa Rubim, doutoranda da Universidade de Brasília (UNB). 

Entre os objetivos do simpósio está o de proporcionar espaço de apreciações e debate sobre as identidades amazônicas face às questões de interculturalidade na formação de professores em contexto amazônico, socializar ações educativas e discutir a proposta pedagógica do curso através de Sistema Mediado por Tecnologia (IPTV). Participam do encontro, alunos indígenas e não-indígenas do Proind, além de professores auxiliares e assistentes do curso.

O público-alvo é composto de docentes e discentes da UEA e outras Instituições de Ensino Superior (IES). O evento contará com a apresentação de trabalhos científicos e acadêmicos em formato de pôsteres, onde serão apresentados pesquisas realizadas ao longo do curso por alunos e professore vinculados ao curso. Haverá ainda a apresentação de uma média de 20 trabalhos orais, já inscritos no simpósio, incluindo de outras instituições de ensino do estado.

O Simpósio Proind e Diversidades Amazônicas acontecerá no auditório Eulálio Chaves, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), em Manaus.

Programação e inscrição, acesse: http://www2.uea.edu.br/noticia.php?notId=28365