quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Vereador debate com sindicalistas Projeto de Lei do Executivo Municipal que regulamenta os serviços de transporte público coletivo de passageiro no município.


O vereador Waldemir José (PT) e os membros do Sindicato dos Proprietários de Transporte Executivo e Alternativo de Manaus (SIPTEAM) estiveram reunidos na tarde desta terça-feira (03), para debater propostas e alternativas ao Projeto de Lei 350/13 de autoria do Executivo Municipal que regulamenta os serviços de transporte público coletivo de passageiro no município. De acordo com os SIPTEAM, o projeto irá prejudicar a categoria e também a população, pois diminuirá o número de permissão dos ônibus executivos de 260 para 80 e dos Alternativos de 300 para 100 veículos. Isso significa que 380 ônibus deixarão de prestar serviços à população de Manaus. 

Na Mensagem do Executivo que capeia o Projeto de Lei, o prefeito afirma que “as modalidades de transporte Executivo e Alternativo, na formatação atual, não satisfazem o objetivo que é o de proporcionar ao usuário um transporte diferenciado, confortável, prático e individualizado. Pelo contrário, o que se constata é uma total desorganização desse serviço, prestado em grande escala com irregularidade, transportando pessoas em pé, sem conforto e segurança adequada”. 

Para o vereador Waldemir José, a iniciativa do Prefeito demonstra uma clara e evidente falta de conhecimento dessa atividade, tendo em vista que é um serviço prestado à população diariamente, suprindo a falta de transporte público de qualidade. Além disso, ele afirmou que é obrigação da Administração Pública organizar e cuidar das atividades públicas existentes na cidade. 

“Não cabe ao Poder Público ficar com esse tipo de comentário. É função da Prefeitura organizar e legalizar esse tipo de modal”, comentou o parlamentar. 

Fonte: Assessoria de Comunicação