quinta-feira, 10 de julho de 2014

CONHEÇA O MAIOR TRICICLO DO BRASIL.


O maior triciclo do Brasil foi inventado por Elvis de Almeida, conhecido como Boby, na cidade de Cosmópolis (SP). O veículo pesa 5.100 kg, fora os 347 litros de combustível. São 6,4 m de comprimento, 2,8 m de largura e 2,85 m de altura.

Com funcionamento hidráulico, a máquina não possui embreagem ou marchas. O triciclo gigante pode chegar a 90km/h. De acordo com o inventor, o sistema de transmissão é ecologicamente correto, pois não é necessário substituir o câmbio futuramente.

Apesar de ser um projeto grandioso, a ideia surgiu sem nenhuma pretensão de Boby. No ano de 2008, o inventor consertava máquinas de terraplanagem quando um cliente não pagou pelos serviços, mas ofereceu o valor da dívida em peças de equipamentos agrícolas. Boby aceitou para não ficar com o prejuízo de 37 mil reais. “Depois de dois anos que ele estava me devendo, ofereceu as peças. Já estava perdendo mesmo, por isso aceitei. Fui até a loja e peguei motores a diesel, rodas, ferro em geral. Levei dois caminhões cheios para casa”.

Após três meses com o material sem uso no quintal, decidiu fazer o triciclo gigante. “Minha mulher já estava incomodada com todo aquele ferro parado, queria utilizar aquelas peças. Aceitei como um desafio”.

Foram quatro anos de dedicação na obra que custou em torno de 350 mil reais em materiais. Segundo o inventor, ele ainda possui dívidas de financiamentos realizados para produzir o veículo. “Até hoje estou devendo. Muita gente pensa que quis me engrandecer, me mostrar; Não foi nada disso, foi por falta de dinheiro mesmo que comecei fazer. Já tinha perdido o pagamento e não queria perder também os equipamentos”, explica.

Autodidata

Boby tem 51 anos e trabalha no campo desde muito pequeno. Possui um sítio onde produz milho e palmeira ornamental. O inventor do maior triciclo do Brasil não concluiu o ensino fundamental ou cursou a faculdade de engenharia. Caminhava dois quilômetros todos os dias para ir à escola, mas frequentou apenas até a 3ª série (atual quarto ano). De acordo com ele, foi na roça que aprendeu criar. “Nossa região só recebeu energia em 1978. Tudo era muito difícil até então. Para soldar uma peça de máquina era uma fortuna. Muitas vezes era o dinheiro do ano todo na plantação que saia pra consertar uma máquina. A gente precisava se virar”.

Sua primeira experiência na criação de veículos foi em 1997. Após sofrer um acidente de moto, percebeu que não possuía o mesmo equilíbrio de antes para pilotar. Foi na necessidade que surgiu a engenhosidade. “Quando percebi que não conseguia pilotar direito, me senti deficiente e com algumas peças de fusca fiz um triciclo”, conta.

O veículo de tamanho convencional devolveu a mobilidade ao criador que começou produzir máquinas por encomenda. Boby produziu 31 triciclos com laudos e documentação de fabricação caseira.