segunda-feira, 21 de julho de 2014

PT divulga nota de repúdio às prisões de ativistas no Rio.


Em repúdio à manutenção em prisões, dos ativistas que fizeram protestos ao final da Copa do Mundo no Rio de Janeiro, o PT divulgou uma nota oficial onde aponta que o ato configura “uma grave violação dos direitos e das liberdades democráticas”. O partido rechaça a criminalização da manifestação popular e democrática.

Confiram abaixo a íntegra:

“Nota sobre as prisões de ativistas no Rio de Janeiro

A prisão de ativistas no Rio de Janeiro, com o suposto propósito de impedir a participação em protestos de rua no último final de semana, é uma grave violação de direitos e das liberdades democráticas. Os direitos de reunião e livre manifestação são conquistas legítimas do povo brasileiro e não vamos transigir em sua defesa.

O PT repudia a criminalização das manifestações e defende a ampliação dos espaços de diálogo e participação popular na relação do Estado com os movimentos sociais.

A violência de Estado e a intimidação de manifestantes devem ser repelidas por todos os que defendemos a democracia e a liberdade de manifestação, motivo pelo qual também reivindicamos a liberdade dos ativistas que ainda se encontram presos.

Rui Falcão, presidente do Partido dos Trabalhadores