quarta-feira, 18 de junho de 2014

Croatas curtem noite em Manaus e exaltam cidade: "Melhor que Rio e SP".

Croata Hrvoje Macek vê Manaus acima de Rio e São Paulo (Foto: João Paulo Maia)

Na véspera de jogo decisivo, torcedores elogiam capital amazonense, que chegou a ser alvo de críticas da imprensa estrangeira.

Nem tudo que parece é. O ditado popular se encaixa bem na atual situação de Manaus, única sede de jogos da Copa do Mundo que fica localizada na Amazônia. Criticada por parte da imprensa estrangeira, a capital amazonense tem surpreendido e deixado uma boa impressão, diferente de como a mídia especulava. Depois de ser elogiada por ingleses e italianos, Manaus agora foi exaltada pelos croatas.

A reportagem acompanhou dois estrangeiros na noite desta terça-feira (17) nos principais pontos de encontro dos turistas em Manaus. Hrvoje Macek, de 40 anos, desembarcou durante a noite e não perdeu tempo. Foi aproveitar para conhecer a cidade. E não se decepcionou.

- Aqui é melhor que Rio de Janeiro e São Paulo. As pessoas dizem na Europa que o Brasil é perigoso, que se você vier para cá vai morrer, mas essa não é a realidade. Passei por São Paulo e não tive problema - destacou.

Ele acredita que com o empate entre Brasil e México, a Croácia ainda tem chance de se garantir entre as 16 seleções classificadas para as oitavas.

- Assisti Brasil e Croácia, na Arena Corinthians, e não foi pênalti (risos). Acredito que vai ser 1 a 0 contra Camarões e ainda temos chance de nos classificarmos. O futebol é surpreendente.

Danijel Bevanar, 29 anos, visita a cidade pela primeira vez (ele está com um grupo de 20 pessoas) e ficou surpreso com a receptividade e a estrutura de Manaus. O croata ficará cinco dias no Amazonas.

- Um rapaz me levou para conhecer uma favela no Rio e foi tudo muito tranquilo. O Brasil, o povo brasileiro merece conquistar a Copa do Mundo. Manaus é maravilhosa, mas quente. O calor pode prejudicar nosso time, mas o Pirlo conseguiu jogar os 90 minutos, então os nossos jogadores também aguentam - comentou.

Danijel contou que passou dificuldades com o idioma. Segundo ele, os taxistas e as pessoas que trabalham em hotéis não sabiam falar inglês na capital paulista.

- Eu só sei "obrigado" e "cerveja" em português. Em São Paulo, a maioria não sabe falar inglês, diferente de Manaus.

Croácia e Camarões se enfrentam nesta quarta-feira (18), às 19h (de Brasília), na Arena Amazônia. O jogo é válido pelo Grupo A.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/am/copa-do-mundo/noticia/2014/06/croatas-curtem-noite-em-manaus-e-exaltam-cidade-melhor-que-rio-e-sp.html