quinta-feira, 26 de junho de 2014

Waldemir José aciona novamente MPE para que Prefeitura e empresas de ônibus cumpram o contrato de concessão.


Em pleno o recesso parlamentar, o vereador Waldemir José (PT) e sua equipe voltaram a fiscalizar as estações de ônibus dos bairros Japiim, Mauazinho, Jorge Teixeira, Mutirão, Novo Aleixo e Petrópolis. Durante a atividade realizada na manhã desta quinta-feira (26), das 5h30 às 9h00, o parlamentar constatou que o sistema de transporte público da cidade está cada vez mais precário. Por isso, solicitará ao Ministério Público do Estado (MPE) a realização de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) envolvendo a Prefeitura e as empresas concessionárias de ônibus com a finalidade de que sejam cumpridas as cláusulas determinadas nos contrato de concessão. 

Nessa atividade, dezenove linhas de ônibus foram fiscalizadas, são elas: 601, 608, 610 e 612 do bairro de Petrópolis; no japiim 609, 623,004, 611 e 614; no Jorge Teixeira 680 e 677; Novo Aleixo/Mutirão 449, 447, 049,440 e no Mauazinho 711, 706, 705 e 714. 

Fazendo uma comparação entre as fiscalizações realizadas no mês de março e junho deste ano, Waldemir afirmar que nada mudou no transporte público, ao contrário, as empresas estão oferecendo à população um serviço pior. “Em todas as estações encontrei ônibus velhos, com elevadores para cadeirantes quebrados e várias cadeiras soltas. No bairro Jorge Teixeira, por exemplo, os atrasos nas saídas são constantes, o que resulta em superlotação nas paradas”, disse o parlamentar. 

Além disso, Waldemir diz que não encontrou nessas estações nenhum fiscal da Prefeitura, o que demonstra claramente o descaso da Administração Municipal com a cidade, uma vez que a fiscalização obrigará as empresas a cumprirem a quantidade da frota e os horários determinados pela Superintendência Municipal de Transporte Urbano (SMTU) para cada linha. “As empresas fazem o que querem. Não encontramos nenhum fiscal nessas estações. Falta a presença da Prefeitura cobrando das empresas o cumprimento do horário de saída. Levemos em consideração que a população paga diariamente pela utilização completa da frota e não pela metade”, pontuou o vereador. 

Diante desses fatos, mais uma vez, o vereador Waldemir José, juntamente com o deputado estadual José Ricardo e o deputado federal Francisco Praciano, todos do PT, ingressarão nesta sexta-feira (27), às 11h00, com uma representação junto ao MPE para que seja realizado um TAC obrigando a Prefeitura e as concessionárias de transporte público a cumprirem suas obrigações contratuais colocando em circulação a quantidade de ônibus, a realização das viagens estabelecidas no contrato e, sobretudo, que a fiscalização nas estações seja feita pelo município. 

Fonte: Assessoria de Comunicação