quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Eleições no PT: o desafio de se renovar e mobilizar a base social

Lula destaca importância do Processo de Eleições Diretas para a escolha dos novos dirigentes que vão conduzir o PT para consolidar a reeleição da presidenta Dilma Rousseff e a continuidade do projeto político nacional que vem transformando o Brasil.

Neste domingo, temos o primeiro turno do PED, o Processo de Eleições Diretas do PT. É importante que todos os filiados participem desse processo democrático e pluralista do PT. O ex-presidente Lula postou um vídeo na página do partido chamando atenção justamente para isso (veja o vídeo).

O PED é marcado pela eleição direta e pelo debate de propostas e programas com os filiados, pela capacidade do partido de se avaliar, renovar-se e atender as demandas do país.

Mostra também que o PT é um partido que avalia seus governos, debate os problemas do país e propõe políticas – como a reforma política e a regulação da mídia, a reforma tributária e o papel do Estado no desenvolvimento nacional.

É um partido com projeto nacional, mas que precisa se renovar, reencontrar-se com as demandas da sociedade e redefinir um programa de governo para 2014-18, para um Brasil que nós mudamos e que agora exige respostas aos problemas do século XXI.

Um partido centrado nos mandatos parlamentares e no ato de governar sem perder seus laços com os movimentos e filiados. Capaz de mobilizar sua base social para defender e apoiar seus governos e suas políticas, um desafio da próxima direção a ser eleita no dia 10.