quinta-feira, 14 de novembro de 2013

ANS mantém vigília e suspende mais 150 planos de saúde


A suspensão da venda de 150 planos de saúde é outra prova – das que já foram dadas diversas vezes – da atuação permanente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). É uma situação completamente diferente da que ocorria no governo do PSDB.

Os 150 planos são administrados por 41 operadoras. Elas descumpriram prazos para atendimento médico, exames e internações, além de negativas indevidas de cobertura.

A ANS também informou que 36 planos de sete operadoras que solucionaram totalmente seus problemas assistenciais estão sendo reativados.

A suspensão dos 150 planos beneficia 4,1 milhões de consumidores. Os clientes desses planos não serão afetados. O que não pode ocorrer são novas vendas. Elas só serão liberadas quando as operadoras se ajustarem às regras, o que vai beneficiar tanto os atuais quanto os futuros consumidores.

De acordo com o Ministério da Saúde, quase 800 planos já foram punidos com suspensão de venda. São mais de 7,9 milhões de consumidores beneficiados.