quarta-feira, 8 de maio de 2013

Waldemir propõe criação de Frente Parlamente para tratar alternativas ao modelo Zona Franca


Por ocasião das constantes ameaças à Zona Franca de Manaus (ZFM), o líder do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Waldemir José, durante a sessão plenária desta quarta-feira (8), propôs a criação de uma Frente Parlamentar para discutir propostas alternativas para a economia do estado.

Apesar da satisfação pela votação favorável à alíquota de 12% que beneficia a ZFM, na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), Waldemir José afirmou que a cidade não pode ficar dependente somente desse modelo econômico. “Precisamos avançar e não permanecer, quase que totalmente, nas dependências da economia internacional. Se há problemas com essa economia, rapidamente isso nos afeta fortemente”, disse.

Além disso, para o vereador, a dependência da decisão política de outros estados pela permanência da ZFM deixa muito vulnerável esse modelo econômico, sendo isso prejudicial à população. “Todos nós somos conhecedores das ameaças antigas à Zona Franca, mas não procuramos novos mecanismos para manter essa economia”, afirmou.

Por esse motivo, de acordo com líder petista a criação dessa Frente Parlamentar é importante para que se busquem modelos econômicos permanentes para a cidade. “Nossa região é rica em recursos naturais, portanto, podemos propor incentivos aos setores de fármacos, de alimentos, de turismo dentre outros. Precisamos de um modelo que se mantenha permanente na cidade”, concluiu.

VOTAÇÃO

Durante seu discurso, Waldemir José comemorou a vitória e, também, a participação ativa do Partido dos Trabalhadores (PT) na aprovação da alíquota de 12% que favoreceu o modelo Zona Franca de Manaus. “Essa vitória é também do PT. Foi único partido onde todos os seus senadores votaram inteiramente favorável a essa emenda”, disse.

De acordo com o vereador, os senadores petistas que votaram pela aprovação foram; Delcídio Amaral (MS); José Pimentel (CE) e Humberto Costa (PE).

MOÇÃO DE PARABENIZAÇÃO AO NOVO DIRETOR DA OMC

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou nesta manhã (8), de autoria do vereador Waldemir José, a moção de parabenização no. 0391/13 ao engenheiro e diplomata, e representante permanente do Brasil junto à Organização Mundial do Comércio em Genebra, Roberto Azevedo, pela sua eleição como diretor geral da Organização Mundial do Comércio (OMC) – órgão máximo do comércio internacional.

Para Waldemir José, essa eleição representa não somente uma grande vitória do governo brasileiro e de sua diplomacia, mas de todos os países que almejam uma ordem comercial justa, principalmente com os países menos desenvolvidos. “É o primeiro latino americano que ocupa esse cargo. Além disso, fazendo uma política independente, o Brasil conseguiu aprovar essa indicação mesmo contrariando os interesses norte-americano e europeu”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Comunicação