terça-feira, 28 de maio de 2013

MARINA SILVA CHORA AO LADO DO DEPUTADO PASTOR MARCO FELICIANO E ATACA OS HOMOSSEXUAIS.

"Hoje, se tenta eliminar o preconceito contra gays substituindo por um preconceito contra religiosos", disse Marina, que também é evangélica.

Virtual candidata do novo partido Rede Sustentabilidade à Presidência da República nas eleições de 2014, a ex-senadora Marina Silva saiu em defesa do atual presidente da Comissão de Direitos Humanos, o deputado e pastor Marco Feliciano (PSC). Na noite dessa terça-feira , diante de um auditório repleto de estudantes na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), a ex-verde declarou que o parlamentar estava sendo “hostilizado mais por ser evangélico do que por suas declarações equivocadas”.