quinta-feira, 30 de maio de 2013

José Ricardo destacou o reajuste dos professores

José Ricardo também comentou nesta quarta sobre a aprovação do reajuste dos professores da rede estadual de ensino, fixando em 10%. “Não sei se é suficiente, já que o salário dos educadores está extremamente defasado. Além disso, tanto as categorias quanto o próprio Sindicato da classe defendiam reajuste de 15%. Mas, ao menos, é resultado da mobilização feita pela categoria, que levou mais de dois mil professores às ruas, reivindicando não apenas reajuste salarial, mas direitos trabalhistas não cumpridos pelo Governo, como vale-transporte, auxílio-alimentação, plano de saúde e real comprimento da Hora de Trabalho Pedagógica (HTP)”, disse ele, que considera um absurdo o Estado não cumprir com suas obrigações legais, mas se utiliza da própria lei do magistério para punir os educadores que paralisaram as aulas por dois dias, a fim de promover essas mobilização. Eles terão as faltas computadas, além de R$ 100 descontados no próximo pagamento.