segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Waldemir quer inclusão dos catadores de resíduos sólidos na politica de saneamento básico do município


Para tratar do serviço de coleta de resíduos sólidos da cidade de Manaus e, também, a inclusão dos catadores na politica de saneamento básico do município, o vereador Waldemir José (PT) esteve na manhã de quinta-feira (28), em reunião com os representantes das cooperativas de catadores de Manaus e com o engenheiro de planejamento urbano e consultor independente sobre resíduos sólidos, Jeroen Ijgosse. 

Durante a reunião realizada em seu gabinete, Waldemir José fez exposição da fiscalização realizada nos igarapés do São Raimundo, do Franco, de Educandos e da Manaus Moderna e apresentou as fotos do descaso da Prefeitura com os resíduos sólidos que são despejados nas águas desses igarapés.

Ele lembrou, também, que a Lei Federal nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), sancionada em 2010, pelo então presidente da República Luís Inácio Lula da Silva, e que prevê a prevenção e a redução na geração de resíduos sólidos propiciando o aumento da reciclagem, já deveria ter sido implantada em Manaus.

Além disso, Waldemir entende que a Prefeitura tem tratado de forma diferenciada os catadores em comparação às empresas coletoras de lixo da cidade, por isso defende que esses trabalhadores estão executando um papel importante para a sociedade e para o meio ambiente. “Esse profissionais fazem um trabalho ecologicamente correto. O poder público deveria incentivar o desenvolvimento desse tipo de trabalho em nossa capital. A prefeitura paga milhões para empresas de coletoras de lixo, por que não pagar também para esses profissionais?”, questiona o parlamentar. 

“A inclusão dos catadores de materiais recicláveis na política de saneamento básico do município é promover justiça social. Seria justo para esses trabalhadores, que prestam um enorme serviço para a cidade, se eles fossem remunerados por seu trabalho”, enfatizou Waldemir, ressaltando a importâncias dessa categoria para o meio ambiente.

Fonte: Assessoria de Comunicação