segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Exército deve desculpas à nação, diz coronel acusado de tortura.



Em depoimento na Comissão da Verdade, coronel Homero Machado admitiu que houve excessos.

O coronel reformado Homero Cesar Machado, acusado pelo morte ou desaparecimento de seis pessoas e pela tortura de outras 20 durante a Ditadura Militar, afirmou que o Exército é que deve pedir desculpas pelas torturas cometidas no período. A declaração foi dada durante depoimento à CNV (Comissão Nacional da Verdade), em São Paulo. 

— Vocês deveriam pedir às Forças Armadas. Nós éramos agentes e delegados da instituição. Ninguém bradava: 'vamos perseguir os comunistas'.

A resposta foi dada quando o coronel foi questionado pelo fato de até hoje não haver um pedido de desculpas formal dos agentes públicos que praticaram crimes durante a Ditadura Militar, entre 1964 e 1985.