segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Marina pretende mudar e diminuir o papel da Justiça do Trabalho?


Um dos principais instrumentos de justiça social no Brasil, a Justiça do Trabalho (em boa parte das situações ela costuma dar ganho de causa aos trabalhadores) poderá sofrer mudanças radicais caso a candidata do PSB, Marina Silva, se eleja para o Palácio do Planalto. A conclusão – e receio – é de advogados e juízes da área que se dedicaram à uma atenta leitura dessa parte do programa de governo da postulante à Presidência da República pela legenda socialista.

A candidata precisa esclarecer urgentemente o que quer dizer no trecho do seu programa de governo em que faz referência à essa instância judiciária – esclarecer, ou mudar, porque da forma como está escrito, dá margem a várias interpretações, inclusive a de que ela poderá extinguir a justiça trabalhista. Como mudar programa a toda hora não é nada difícil para Marina, até já se tornou praxe, aguardemos…