segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Justiça barra candidatura de Maluf com base na Ficha Limpa


Registro de candidatura do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP)à reeleição foi indeferida nesta segunda-feira, 1, pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP).

Decisão contou com voto de minerva do desembargador Antonio Carlos Mathias Coltro, presidente da Corte. O julgamento estava empatado com 3 votos contra 3. O enquadramento do ex-prefeito da capital paulista na Ficha Limpa teve como base condenação pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) em 2013.

Na ocasião, o deputado foi condenado por suposto superfaturamento na obra do túnel Ayrton Senna, construído durante sua gestão na Prefeitura. O julgamento começou na semana passada, mas acabou adiado após votação entre desembargadores terminar em empate.

Paulo Maluf ainda pode recorrer da decisão. Desde sua condenação, o ex-prefeito deu recorrentes entrevistas negando as acusações e se dizendo inocente.