segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Vereador quer debater politicas públicas para melhoria do turismo na cidade


Por ocasião da divulgação do Relatório Mensal da Pesquisa do Comportamento do Turismo na Região Metropolitana de Manaus, que apontou que 50% dos turistas estrangeiros que visitaram Manaus durante o período da Copa do Mundo não pretendem voltar à cidade devido à insatisfação com os serviços públicos, o vereador Waldemir José (PT) solicitou na manhã desta segunda-feira (8), a realização de Audiência Pública para tratar os resultados dessa pesquisa e propor politicas públicas para a cidade e, consequentemente, torná-la mais atrativa aos turistas.

Segundo os dados da pesquisa publicados nos jornais de hoje, os principais motivos de insatisfação de turistas nacionais e estrangeiros que visitam Manaus são: a limpeza pública, o transporte público, o táxi, o aeroporto e o asfaltamento, nesta mesma ordem de classificação.

Para Waldemir José, é lamentável que a cidade de Manaus, pela falta de politicas públicas básicas que deveriam ter sido implementadas pela Prefeitura, deixe de desenvolver mais um modelo econômico que poderia contribuir com seu crescimento. “Atualmente somos dependentes do modelo Zona Franca de Manaus que por sua vez depende da boa vontade politica para continuar existindo. Durante os jogos da Copa tivemos oportunidade para mostrar nosso turismo de excelência e estabelecer um novo modelo econômico, mas foi desperdiçada pelo Poder Público”, disse o parlamentar.

Ele relatou, também, que o ponto positivo desse levantamento é que os resultados apontaram que Manaus tem um grande potencial em turismo ecológico e cultural, o que pode resultar, se trabalhado com seriedade pelo Poder Público, na ampliação da economia do município. 

Se o requerimento for aprovado pelos demais parlamentares, deverão participar da audiência representantes da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Amazonas (Fecomércio) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae), entidades responsáveis pela pesquisa; Secretária Municipal de Limpeza Pública (Semulsp); Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf); Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU); Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult); cooperativas de taxistas, dentre outros.

Fonte: Assessoria de Comunicação