terça-feira, 11 de março de 2014

UGP promete melhorias para novos jogos na Arena da Amazônia

Representantes comentaram medidas de correção a serem adotadas (Foto: Romulo de Sousa/G1 AM)

A Arena da Amazônia foi inaugurada no último domingo (9) em um jogo-teste entre Nacional-AM e Remo-PA, com um público de 20 mil pessoas. Apesar do sucesso, o evento apresentou uma série de problemas técnicos e estruturais relatados por vários torcedores. Representantes dos órgãos de gestão de eventos esportivos reuniram-se com a imprensa na tarde desta segunda-feira (10), para apresentar os pontos negativos identificados durante o jogo-teste, pontos que deverão ser corrigidos nos próximos eventos. Transporte de pessoas com deficiência entre os estacionamentos especiais e a Arena, venda de alimentos no estádio e divisão de áreas para torcidas estão entre os pontos que foram alvos de críticas de torcedores e devem ser melhorados.

Veículos estacionados em local proibido, atendimento dos pontos de venda de alimentos, falha nos condicionadores de ar dos camarotes, nos elevadores e banheiros foram alguns dos problemas apontados pelo coordenador da Unidade Gestora do Projeto Copa do Amazonas (UGP Copa), Miguel Capobiango. “O evento-teste serve justamente para sabermos o que deve ser readequado nos próximos eventos na Arena”, comentou.

Os pontos de venda de comida e bebida apresentaram falhas durante o jogo no domingo. As filas fizeram alguns dos torcedores perderem parte do jogo e alguns reclamaram da qualidade do atendimento. O coordenador afirmou nesta segunda, após a avaliação, que serão instalados mais locais para venda de alimentos durante a próxima partida.

Um dos pontos a serem alterados é a divisão entre torcidas, que não aconteceu durante o evento-teste. “Nas próximas partidas serão destinadas parte dos assentos para cada torcida, para evitar atritos entre os torcedores”, afirmou a titular da Sejel, Alessandra Campêlo.

Outro ponto observado é o transporte de pessoas com deficiência entre os estacionamentos especiais e a Arena. “Ocorreu tudo bem na ida do estacionamento para o estádio antes do jogo. Mas na volta não houve um ponto de encontro e a dispersão dos torcedores gerou problemas para o veículo que deveria levá-los de volta ao estacionamento”, concluiu.

O secretário executivo adjunto de Segurança de Grandes Eventos, Dan Câmara, comentou que o esquema integrado de trânsito e segurança não deve ser alterado, porque segundo ele seria um modelo adotado em outros eventos e que tem dado certo. “Não é a primeira vez que usamos esse esquema. Ele já foi adotado no Carnaval, no Reveillon e no festival de Parintins”, explicou.

Próxima partida a ser realizada na Arena da Amazônia será sábado, entre Princesa e Fast, pela final do 1º turno do Campeonato Amazonense.

Fonte: http://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2014/03/no-am-ugp-promete-melhorias-para-novos-jogos-na-arena-da-amazonia.html