domingo, 4 de maio de 2014

Na França, jogador comemora comendo banana e leva o cartão amarelo

Banana terceira divisão França

Depois que Daniel Alves comeu uma banana jogada em sua direção, a fruta tropical acabou virando um símbolo contra o racismo - e também objeto de comemorações de gols ao redor do mundo. Só que o senegalês Famara Diedhiou não colheu bons frutos ao repetir o gesto. O atacante de 21 anos levou o cartão amarelo ao comemorar, comendo a fruta, o gol que deu a vitória por 2 a 1 ao Gazelec Ajaccio contra o Red Star FC, pela terceira divisão da França.

Daniel Alves derrotou o racismo

Ao reagir com fina ironia à provocação, o craque brasileiro venceu racistas que teimam em exibir seu primitivismo nos estádios de futebol de todo o mundo.