terça-feira, 20 de maio de 2014

Quatro anos de Governo sem nenhum avanço efetivo para os professores.


O deputado José Ricardo lamentou hoje (20) a falta de uma efetiva política de valorização dos professores por parte do Governo do Estado durante esses quatro anos de gestão, e registrou seu apoio a luta da categoria que há anos reivindica reajuste salarial e direito trabalhistas básico como vale alimentação e transporte, plano de saúde, e outros.

Para o deputado, os projetos do governo relacionados à categoria aprovados na Assembleia Legislativa (ALE-AM), na semana passada, praticamente sem alterações, estão muito aquém das reais reivindicações dos professores que era de 20% de reajuste salarial, ticket alimentação e transporte, plano de saúde, eleição direta para diretores das escolas, Hora de Trabalho Pedagógico (HTP). Ele disse ainda, que acredita que o atraso no encaminhamento dos projetos, depois da data-base dos educadores dia 1º de março, foi proposital só para o governo ter como alegar que não pode atender os pleitos devido as proibições da legislação eleitoral.

O parlamentar manifestou sua insatisfação quanto ao desprestígio dos professores na ALE-AM após ter discutido com o presidente do Poder Legislativo, deputado Josué Neto (PSD) sobre o destrato com que os professores foram recebidos na Casa, durante as sessões de votação dos projetos dos projetos. 

“Lamento muito que mais uma vez, os professores tenham saído da Assembleia perdendo. Porque eles não tiveram ganhos reais e nem imediatos. Foi aprovado apenas reposição inflacionária e benefícios só para 2015, e outros que ainda serão descontados no salário deles. Nesse governo não houve nenhum avanço representativo. Porque os professores não estavam cobrando apenas salário mas qualidade na educação”, expôs ele.