quarta-feira, 28 de maio de 2014

Aumenta número de mulheres com emprego formal no País.

carteira mulher

A participação das mulheres ocupadas nas 5,2 milhões de empresas e outras organizações formais ativas no País registrou alta de 3,2% entre 2011 e 2012. Esse crescimento, de 1,5 ponto percentual, aproxima-se do aumento da participação dos homens no período, que foi de 1,7%, segundo a pesquisa Cadastro Central de Empresas (Cempre), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado nesta quarta-feira (28).

A participação feminina também cresceu na variação de pessoal ocupado assalariado e, pela primeira vez, é superior à masculina. Enquanto os homens somaram 438,9 mil (41,5%), as mulheres representaram 619,8 mil (58,5%).

O aumento também foi constatado em termos de aumentos salariais. Embora em 2012 os homens tenham recebido, em média, R$ 2.126,67, contra R$ 1.697,30 das mulheres, a pesquisa constatou que em 2012 os salários delas subiram 2,4%, aumento superior ao dos homens, que foi de 2%.

No setor público, as mulheres ocupam 58,9% dos cargos, enquanto os homens, 41,1%.

Assalariados – A pesquisa indica ainda que apenas 17,7% do universo pesquisado tem curso superior completo, o que representa um crescimento de 6%. Já o pessoal assalariado sem nível superior cresceu apenas 1,6%. A média salarial de quem cursou faculdade chegou, a R$ 4.405,55, enquanto os sem nível superior ficou em R$ 1.398,74, o que representa uma diferença de 215%.

Fonte: http://www.pt.org.br/aumenta-numero-de-mulheres-com-emprego-formal-no-pais/