sexta-feira, 30 de maio de 2014

Professores fecham Avenida Constantino Nery durante protesto.

Os profissionais da Educação seguirão em passeata até a Arena da Amazônia, onde pretendem fazer um ato simbólico para decidir sobre indicativo de greve

Professores fecharam a Avenida Constantino Nery, sentido Centro-bairro, na manhã desta sexta-feira (30), durante a chuva, em protesto contra o reajuste salarial proposto pelo Governo e pela Prefeitura.

Os profissionais da Educação seguiram em passeata até a Arena da Amazônia, onde colheram assinaturas para um abaixo-assinado a fim de pressionar a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Amazonas (Sinteam) a fazer uma assembleia.

“Nós estamos insatisfeitos com a forma que o Governo conduziu a nossa pauta de reivindicação. Queremos ‘puxar’ uma assembleia para um indicativo de greve uma vez que o sindicato não está atuando com a categoria”, comentou o professor Gevaldo da Silva.

“O reajuste do Governo e da Prefeitura é uma afronta à categoria porque o custo de vida é alto e o vale-transporte é um verdadeiro presente de grego uma vez que será descontado 6% do salário do professor”, disse Jonas Araújo, da comissão ‘Vem pra Rua pela Educação’.

Fonte: http://www.d24am.com/noticias/amazonas/professores-fecham-avenida-constantino-nery-durante-protesto/112996