sábado, 10 de maio de 2014

A grande luta dos trabalhadores hoje é garantir os direitos trabalhistas instituídos na Constituição Federal, disse José Ricardo.


Na sessão especial em homenagem ao ‘Dia do Trabalhador’, promovida pelo deputado José Ricardo, hoje (9), no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), o parlamentar disse que, mesmo com os índices de desemprego baixos no País, ainda é preciso criar mais políticas públicas voltadas para a classe trabalhadora em geral. Ele salientou que, atualmente, a grande dificuldade do trabalhador é garantir os direitos já instituídos na Constituição Federal, visto que ainda hoje existem categorias que não usufruem de direitos básicos, como é o caso dos professores, que há anos lutam por auxílios alimentação e transporte, plano de saúde.

“Estamos presenciando várias categorias de trabalhadores indo às ruas, como a da educação, segurança, saúde e transporte, lutando por melhorias salariais e para ter seus direitos trabalhistas respeitados. Temos também a luta das mulheres que continuam ganhando menos que os homens mesmo exercendo a mesma função”, expôs. 

Um dos convidados, o presidente do Sindicato dos Plásticos de Manaus (Sindplast), Francisco Brito afirmou que a sessão deve servir mais para reflexão do que para comemorar, considerando que vários trabalhadores do Distrito Industrial de Manaus vivem em constante apreensão por conta das frequentes demissões, principalmente, no setor de componente.

“Queremos que haja política que valorize o trabalhador, qualifique sua mão-de-obra, de forma a permitir que aquilo que pode ser produzido aqui, seja produzido”, ressaltou ele, observando que o setor vem sofrendo devido a chegada dos “kits” de componentes que vem de fora prontos, por conta do chamado Processo Produtivo Básico (PPB).

Participaram da sessão, o secretário municipal do trabalho, emprego e desenvolvimento, Guto Rodrigues (PPS), o presidente da Força Sindical, Vicente Filizolla, a representante do Fórum Permanente do Movimento de Mulheres no Amazonas, Francy Guedes, e o deputado federal, Francisco Praciano (PT), e outros trabalhadores.

Fonte: Assessoria de Comunicação