terça-feira, 9 de abril de 2013

Waldemir cobra da Prefeitura investimentos para melhoria da cidade

Diante das notícias publicadas nos jornais de hoje (9), de que a atual administração economizou R$60 milhões, o líder do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Waldemir José, durante o Grande Expediente da Sessão Plenária desta manhã, cobrou do prefeito Arthur Neto (PSDB) investimentos desse recurso para melhoria de infraestrutura da cidade de Manaus.

De acordo com a matéria publicada, o recurso que foi economizado durante cem dias na gestão de Arthur Neto será utilizado em obras somente no período do verão. Além disso, o prefeito afirmou que para abril está previsto mais R$20 milhões de recursos acumulados.

Para o vereador Waldemir José, essa atitude demonstra a falta de compreensão do prefeito sobre o verdadeiro papel do poder público frente à sociedade. “Enquanto a cidade toda pede socorro, devido às mazelas que está passando, o prefeito decide guarda dinheiro. Economizar é importante, mas quando está sobrando, o que não é o caso da nossa capital. Não é papel do Executivo acumular recursos por si só, mas é usar desses recursos em prol dos interesses da cidade”, disse.

Ainda em seu discurso, o vereador petista relembrou que, no inicio deste ano, apresentou à Administração Municipal uma lista de ações que deveriam ter sido feitas para melhoria da cidade. “Manaus está com inúmeros e vários problemas de infraestrutura, por isso a Prefeitura não pode dar-se ao luxo de ficar com dinheiro em caixa”, afirmou.

Além disso, ele informou que, em visitas realizadas em diversos bairros da cidade, percebeu que há uma grande insatisfação dos moradores com os serviços públicos oferecidos pelo município. Nos bairros Colônia Antônio Aleixo, São Francisco, Mauazinho, Petrópolis, por exemplo, os moradores reclamam sempre dos mesmos problemas: falta coleta de lixo, ruas esburacadas, bueiros entupidos e sem tampas, falta saneamento básico, infraestrutura precárias das unidades básicas de saúde, paradas de ônibus sem coberturas dentre outros serviços.

“São várias necessidades existentes em Manaus. Não dá para ficar esperando que a Prefeitura faça entesouramento dos recursos públicos e depois faça marketing sobre isso. É preciso que esses valores sejam aplicados na melhoria da cidade”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Comunicação