sábado, 20 de abril de 2013

Djuena faz shou e divulga a música tikuna

A cantora Djuena Tikuna, natural de Tabatinga, com uma voz grave e afinada, fez um lindo show ontem (19), como convidada do Projeto Canção da Mata do Serviço Social do Comércio (SESC) de Manaus, onde homenageou os "parentes", pelo o seu dia, e mostrou a cultura do povo Tikuna do Alto Solimões. Além disso, o evento contou com a participação do Poeta e cantor Celdo Braga.

Participação de Celdo Braga
“A onça que pula no rio”. Este é o significado do nome de Djuena Tikuna. A cantora indígena de 28 anos foi a primeira cantar o hino nacional na língua materna. Natural da aldeia de Umariaçu II, próximo a Tabatinga, em fronteira com a Colômbia, ela mora em Manaus há sete anos. Na capital amazonense, a artista encontra os caminhos para seguir a paixão pela música.


A cantora sempre se interessou pela música. Desde pequena cantou de forma não profissional. Para ela, o que a mantinha longe dos holofotes era o medo de palco. Foi quanto aos 14 anos, teve aulas de teatro e aos poucos, a fobia tornou-se desejo. “Ainda me considero tímida, mas artistas têm que colocar as coisas para fora”, concluiu.