sexta-feira, 15 de agosto de 2014

José Ricardo destaca ampliação dos investimentos da ZFM, mas defende novas políticas para atrair outras empresas para o Estado.


O deputado José Ricardo Wendling (PT) destacou nesta quinta-feira (14) os 38 projetos aprovados na reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS), na manhã de hoje, um total de U$ 445 milhões em investimentos, cerca de U$ 130 milhões a mais do que na reunião anterior. “Essa foi a primeira reunião após a prorrogação da ZFM por mais 50 anos. O cumprimento da promessa da presidenta Dilma com o povo do Amazonas, mostrando a continuidade da política do Governo Federal. E agora vemos que os investimentos estão se ampliando, graças a essa política de incentivos”, disse ele, ressaltando que esses investimentos representam mais empregos novos com ampliação de empresas e de produtos.

Mas, para o parlamentar, é preciso haver novas políticas de incentivos para atrair cada vez mais empresas para a Zona Franca de Manaus, como manutenção do Distrito Industrial e doação de terrenos com mínima estrutura para a instalação de novas indústrias. “Hoje, temos de 500 a 600 empresas instaladas no PIM, mas poderíamos ter 5 mil ou 6 mil empresas, se também fosse simplificado o procedimento de desembaraço de mercadorias e produtos, e não ser obrigatório passar por vários órgãos; além de também ser necessário discutir a isenção de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) em municípios que utilizasse, por exemplo, 100% de produtos e insumos regionais”, explicou José Ricardo, acrescentando ainda autonomia da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) para definir Processos Produtivos Básicos (PPBs), hoje decididos em Brasília, investindo em ciência e tecnologia, fatores decisivos para o fortalecimento do ambiente de negócios da região.

Fonte: Assessoria de Comunicação