sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Chacina da Lapa poderia ter sido evitada pelo Exército.


Morte de dirigentes comunistas, em 1976, contradiz ideia de que Geisel continha “excessos”, diz pesquisador.

As mortes de três altos dirigentes do PC do B ocorridas no dia 16 de janeiro de 1976, durante a operação militar hoje conhecida como Chacina da Lapa, poderiam ter sido evitadas. É o que diz o jornalista Pedro Estevam da Rocha Pomar, autor de livro sobre o assunto.

Em depoimento enviado por escrito à Comissão Nacional da Verdade, na semana passada, ele escreveu: “O ataque foi premeditado e, se os militares quisessem, os dirigentes comunistas poderiam ter sido capturados, ao invés de fuzilados.”