quarta-feira, 6 de agosto de 2014

“Pela primeira vez, há mais eleitores universitários do que analfabetos”, diz José Ricardo, com base em recente pesquisa


O deputado José Ricardo Wendling (PT) disse nesta quarta-feira (6) que o Governo Federal está priorizando a educação, com a diminuição do analfabetismo e ampliação do acesso ao ensino superior, citando pesquisa divulgada esta semana, com base em dados do Superior Tribunal Eleitoral (STE), que revela: “aumento da escolaridade faz mudar perfil do eleitor”. Ele relatou que mais pessoas estão concluindo o ensino médio e ingressando nas universidades (dos 142,8 milhões de eleitores aptos a votar este ano, 5,6% ou 8 milhões de pessoas concluíram a graduação, como ainda 16,6% com ensino médio completo).

“Pela primeira vez, há mais eleitores universitários do que analfabetos. Um avanço no perfil do eleitorado e uma boa notícia em ano de eleição, num momento de cidadania, quando se elegerá representantes em nível nacional e estadual”, comentou ele, esperando por uma maior conscientização política na hora de decidir quem será seus representantes.

De acordo com o parlamentar, a atual gestão federal está abrindo mais oportunidades para a continuidade dos estudos. E citou dois projetos federais aprovados pela presidenta Dilma: o que destina os royalties do petróleo para a educação (75%) e para saúde (25%); e a aprovação do Plano Nacional de Educação, que determina, dentre várias metas, que nos próximos anos 10% do Produto Interno Bruto (PIB) sejam investidos na educação – mais do que dobrando os investimentos atuais. “E queremos que esses avanços continuem em nosso País”,

Fonte: Assessoria de Comunicação