segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Eleição direta para escolha de reitor e vice da UEA está prevista para ocorrer em março de 2014

Sindicância na UEA tem objetivo de apurar as denúncias de possível discriminação racial e maus tratos na instituição

Professores, alunos e funcionários da Universidade do Estado do Amazonas poderão escolher, pela primeira vez por meio do voto direto, quem serão os próximos gestores da instituição.

Alunos, professores e funcionários da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) irão às urnas no próximo dia 20 de março de 2014 para escolher os novos reitor e vice-reitor da instituição de ensino. É a primeira vez que a comunidade discente e docente da UEA poderá decidir quem serão os gestores do órgão.

A mudança no processo de escolha da cúpula da universidade foi anunciada na manhã desta segunda-feira (16) pelo governador do Estado, Omar Aziz, na sede da reitoria da UEA. Nesta terça e quarta-feira, 17 e 18 de dezembro, o conselho da universidade vai se reunir para decidir as diretrizes e as regras do certame realizado no ano que vem, como formação de chapas e candidaturas.

“Esse é um fim de um ciclo. Eu me comprometi com o corpo docente que antes do fim do meu mandato haveria eleições democráticas e diretas através do voto na UEA”, declarou Omar Aziz. Na ocasião, estavam presentes na reitoria da universidade o vice-governador, José Melo, o atual reitor, Cleinaldo de Almeida Costa, além de professores e funcionários da instituição.

A escolha do reitor e do vice da UEA por eleições diretas é uma exigência antiga da classe e foi tomada como reivindicação pelo Sindicato dos Professores e do Diretório Central dos Estudantes (DCE). A primeira mudança alcançada ocorreu em 2011 com a realização de eleições diretas para a escolha dos diretores das unidades acadêmicas da capital.