sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Praciano lamenta ausência de empresários nos debates sobre prorrogação dos benefícios da Zona Franca de Manaus


O deputado federal Francisco Praciano (PT-AM), lamentou nesta quinta-feira (29), durante sessão especial sobre a prorrogação dos benefícios para a Zona Franca de Manaus, no plenário da Assembléia Lesgislativa do Amazonas, a ausência dos empresários que estão instalados no Pólo Industrial de Manaus.

Para Praciano, é preciso unidade da bancada federal e maior participação dos empresários nos debates. " Se o Congresso não aprovar a PEC 506-A, o Amazonas sofrerá um massacre na economia. Então, precisamos unidade de ação, maior participação da classe empresarial e buscar articulação política para aprovação da PEC no Congresso Nacional”, advertiu o deputado.

A Comissão Especial da prorrogação da ZFM tem o deputado como vice-presidente e é ela quem está provocando as audiências públicas nos estados da região norte. Acre, Rondônia, Pará e Amapá já realizaram debates em torno do tema.

A audiência pública realizada ontem contou com pouquíssimos representantes do setor industrial, além de deputados federais e do superintendente da Suframa, Thomaz Nogueira.

Em 2010, a presidente Dilma Roussef garantiu a prorrogação da ZFM por mais 50 anos. Hoje, os incentivos fiscais tem validade até 2023.

Fonte: Assessoria de Comunicação