quarta-feira, 4 de junho de 2014

José Ricardo denuncia o descaso dos governantes na educação.


O deputado José Ricardo Wendling (PT) demonstrou, ontem(3), sua indignação diante do resultado do Censo Escolar do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), onde o Amazonas aparece com a maior porcentagem do País de alunos em atraso escolar na área rural (69,8%). Essa taxa de distorção idade-série corresponde a estudantes com mais de dois anos de atraso escolar.

Para ele, essa triste realidade é um descaso dos atuais governantes com a educação. “Já visitei todos os municípios do Amazonas e afirmo: a educação vive no abandono. Têm escolas estaduais que não oferecem ensino médio, que não têm um atrativo maior aos jovens, como eventos culturais, que não têm biblioteca e nem quadras de esporte. Faltam funcionários e até água. Isso sem falar na desvalorização dos profissionais da educação. Todo esse descaso resulta numa educação com pouca qualidade, fazendo com que os jovens desistam dos estudos ainda no ensino fundamental”, explicou.

Algo precisa ser feito, salientou o parlamentar, citando que o ensino básico precisa ser de mais qualidade para evitar a desistência dos estudantes, como ainda uma melhor valorização dos professores e um melhor cuidado com as escolas. “Essas podem ser parte da resposta para se ter um ensino médio de qualidade”.