sábado, 14 de junho de 2014

Seleção estreia bem e dribla “sina” de jogar mal em Sampa.


Nem precisa dizer a vocês, mas o fato é que o Brasil parou 4ª feira (12.06) ontem. De verde e amarelo, nas casas e nos bares, o coração do brasileiro bateu junto com os onze jogadores e o técnico Luís Felipe Scolari, Felipão para os 200 milhões de patrícios, na estreia da COPA na Arena Corinthians.

Foi um jogo tenso, por ter sido estreia, em casa, com uma seleção renovada em relação à da Copa de 2010 na África do Sul e sem muita experiência em Copas do Mundo. Ainda por cima, depois de 64 anos que o Brasil não sediava uma Copa e com aquela derrota de 1950, que ninguém esquece, para o Uruguai no Maracanã…

De quebra, quando a seleção estava se soltando em campo e começando a atacar, levou um gol contra, por um infortúnio do lateral esquerdo do Brasil, Marcelo – força Marcelo, os colegas e o Brasil entenderam, tanto que você conseguiu continuar jogando, não houve muita cobrança…A bola resvalou no pé do zagueiro David Luiz e pegou no bico da chuteira do Marcelo, que nada pode fazer. Só dar o show de profissionalismo se recuperando rapidamente do baque.

O Brasil estava muito bem postado em campo, taticamente bem montado, sem espaços livres para a Croácia atacar. Um dos pontos altos do jogo. Atacamos com qualidade e o gol veio a partir de uma bela jogada construída por Oscar (um dos melhores em campo, segundo Felipão) e Neymar, que não sentiu a pressão de ser o jogador mais visado da Copa: chutou e marcou o belo 1º gol, tirando qualquer chance do goleiro defender a bola. Além de Oscar, enfatizamos a raça de Neymar, Luis Gustavo e David Luiz.

O Brasil mandou bem, mostrou um time jogando como equipe, com espírito de grupo; ataque muito efetivo e defesa sólida. E o mais importante: ultrapassou a velha sina de jogar mal em São Paulo.

Agora é se preparar para o jogo na próxima segunda-feira, dia 17.06, em Fortaleza, no Castelão, às 16hs, contra o México. Fomos beneficiados, e ao final, constituiu-se numa excelente estratégia a organização dos jogos do Brasil Brasil em Fortaleza, Brasília, Belo Horizonte e no Rio de Janeiro na final no dia 13.07.