terça-feira, 17 de junho de 2014

O dia em que até O Globo reconheceu que mobilidade para a Copa funcionou.


Ontem,  2ª feira, na 1ª página, o Globo destacou que a mobilidade no Rio é aprovada no primeiro teste. É isso aí, isso mesmo que vocês estão lendo. Um sucesso o plano de mobilidade para atender o público do Mundial na capital fluminense. Nenhum incidente grave. Fiscalização e eficiência nos serviços marcaram os primeiros testes de mobilidade urbana, exigidos pela Copa.

Ao comentar o esquema de atendimento ao público na estreia da Copa no Maracanã, ontem, com o jogo entre Argentina x Bósnia, o jornalão aponta que as principais vias de acesso ao estádio e os estacionamentos em suas proximidades permaneceram bloqueados, 132 carros estacionados em vias proibidas foram rebocados, além do fechamento de estacionamentos irregulares.

O transporte público tornou-se o principal meio utilizado para chegar ao Maracanã e, para a tristeza da torcida do contra, ele funcionou. Houve reforço nas linhas de ônibus, nas frotas do BRT Alvorada-Galeão, e do metrô, que passou a circular com intervalos de 20 minutos. Os passageiros que chegaram ao aeroporto Galeão-Tom Jobim foram encaminhados para o estádio via BRT e metrô.

Além disso, a secretaria municipal de Transportes montou um bolsão de estacionamento na Ilha do Fundão que nem foi utilizado, mas estava lá para receber os ônibus que chegassem de fora do Rio. Também foram disponibilizados como reserva 13 ônibus biarticulados e sete coletivos.