sábado, 14 de junho de 2014

Em Fortaleza, Uruguai encara Costa Rica para repetir sucesso de 2010.


Bicampeão do Mundo, o Uruguai chegou a ser renegado a segundo plano no futebol mundial, mas a Celeste renasceu e vem mostrando força, após um quarto lugar no Mundial de 2010. O time comandado por Óscar Tabárez terá adversários de peso no Grupo D, mas acredita na classificação. A luta pelo título começa neste sábado, às 16h, contra a Costa Rica, jogo no Castelão, em Fortaleza.

Na sequência, os uruguaios encaram os gigantes Inglaterra e Itália, equipes que na avaliação do meia Cristian Rodríguez merecem respeito, mas o Uruguai também passou a ser mais temido nos jogos. “A boa fase de vários jogadores em seus clubes somado ao passado vitorioso de nossa seleção serão importantes para que possamos ter esse respeito dos nossos adversários”, disse o atleta, campeão espanhol e vice-campeão da Liga dos Campeões pelo Atlético de Madrid.


Para a estreia contra a Costa Rica, a maior preocupação do Uruguai é com o atacante Luis Suárez, que passou por cirurgia no joelho e ainda se recupera, mas já tem feito atividades com bola, o que anima o técnico Óscar Tabárez, que admite que a Celeste depende muito do atacante do Liverpool.

Segundo Tabárez, a seleção perde sem a presença de Suárez. O treinador, no entanto, entende que a equipe tem que encontrar outras formas de jogar para superar uma possível ausência do camisa 9. “Sem Suárez contra a Costa Rica, muda a nossa margem de chance. Não é uma vacina, mas é fato. Temos que seguir trabalhando”, declarou.