quinta-feira, 2 de outubro de 2014

No Dia do Idoso, José Ricardo defende construção de Hospital Especializado para as Pessoas Idosas


Nesta quarta-feira, dia 1º de outubro, comemora-se o Dia Nacional da Pessoa Idosa, mesma data de promulgação do Estatuto da Pessoa Idosa, no ano de 2003. Na ocasião, o deputado José Ricardo Wendling (PT) parabenizou todos os idosos pelo seu dia, ressaltando a importância de se praticar o que prevê o artigo 3º do Estatuto: É obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária.

“Os idosos devem ser absoluta prioridade em todos esses direitos, assim como as crianças, no Estatuto da Criança e do Adolescente. Mas, passados onze anos, será que os idosos são, realmente, prioridade absoluta? Sabemos que muitos idosos ainda sofrem para o cumprimento dos seus direitos. E, ano a ano, vemos o crescimento do número de pessoas no País, principalmente, pela melhoria da qualidade de vida da população”, explicou ele, informando que a expectativa é que até o ano de 2030 a população idosa aumente em 30%, chegando a 73 milhões de pessoas.

Ao mesmo tempo, José Ricardo cobrou melhoria das políticas públicas, principalmente, na ampliação do atendimento na saúde, mais acesso à cultural e ao lazer e mais oportunidade no mercado de trabalho. “Muitos idosos ainda têm disposição para o trabalho, mas enfrentam muitos preconceitos do mercado. E na saúde, o problema é maior ainda, já que sofrem para serem atendidos com agilidade e com dignidade”.

O deputado ressaltou também que é autor de emendas (Orçamento do Estado e Lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO) e de Indicação ao Governo para a construção do Hospital Especializado do Idoso, fruto de reivindicações sociais, como a Pastoral da Pessoa Idosa. E enalteceu o trabalho realizado por essa Pastoral, fundada pela médica sanitarista Zilda Arns, também fundadora da Pastoral da Criança. Em novembro deste ano, ele irá prestar homenagem à Pastoral da Pessoa Idosa pelos 10 anos de atividade, por meio de Sessão Especial na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam). “Um belo exemplo da participação da sociedade”.

Fonte: Assessoria de Comunicação