sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Comissão da Verdade apura crimes da ditadura militar em Pernambuco


Em mais um esforço para desvendar os crimes da ditadura militar (1964-1985), a Comissão Nacional da Verdade (CNV) visitou Pernambuco esta semana. o Estado de Pernambuco. Acompanhada por integrantes da Comissão Estadual da Memória e Verdade Dom Hélder Câmara (CEMVDHC), a CNV visitou no Recife locais em que ocorreram crimes durante o regime de exceção.

Na capital pernambucana a CNV ouviu, também, depoimentos de ex-integrantes da ditadura militar. Mas, como na maioria das vezes desde que a comissão começou a funcionar há 2,5 anos, os militares que participaram das operações do governo ditatorial pouco disseram a respeito dos que foram torturados e/ou são desaparecidos políticos no Estado. As audiências da CNV ocorreram no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

Quatro ex-presos políticos – Marcelo Mesel, Alanir Cardoso, Lilia Gondim e José Adeildo Ramos – tiveram o corajoso gesto de ajudar a CNV a reconhecer os locais em que funcionou o DOI-CODI-Recife, na jurisdição do IV Exército, em Pernambuco. Apesar de muito emocionados com a volta aos prédios nos quais ficaram presos e sofreram tortura e humilhações os quatro reconheceram com facilidade as instalações militares e em seus depoimentos descreveram o que ali acontecia durante a ditadura.