domingo, 14 de agosto de 2016

E-mails indicam repasse de R$ 100 mil a senador Magno Malta.

 O moralismo é a ferramenta dos canalhas.
O senador Magno Malta (PR-ES) teria recebido R$ 100 mil em propina e viajado em jatinho particular da empresa Cozinhas Itatiaia. 

Malta tem sido um dos mais covardes detratores de Dilma Rousseff. Dentro de todas deslealdade lá possíveis, ele baba de ódio toda vez que pede a cabeça (impeachment) da presidente eleita, uma mulher honesta.

Segundo a imprensa, a trambicagem do senador que usa o nome em vão de Deus pode ser materializada em e-mails trocados entre o dono da empresa, Victor Penna Costa, o filho dele, Daniel Costa.

“Os outros 100.000 são para compensar a retirada em dinheiro de R$ 100.000 do Malta. Não sei como foi contabilizado [a saída desse valor da empresa]”, escreve o presidente da firma.

O filho dele, então, pergunta: “Quem realizou o pagamento do Malta? Existe NF, foi declarado a doação?”.

Victor encerra: “Não existe NF, não declaramos. Está em aberto, talvez como adiantamento para mim. Veja com Lailton [tesoureiro da empresa]. Favor apagar todos os e-mails sobre este assunto”.