quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Após conquistar o bronze, Mayra exalta energia da torcida.

Mayra Aguiar comemorou o bronze com o torcedor (Getty Images)

Mayra Aguiar conquistou a terceira medalha do Brasil nas Olimpíadas, na categoria até 78kg (meio-pesado) do judô. Além disso, ela tornou-se a primeira judoca a conseguir subir ao pódio pela segunda vez. A gaúcha conquistou o bronze também em Londres 2012.

Após a conquista, a brasileira conversou com os jornalistas e vibrou muito. “Foi mágico, foi lindo. Em Londres, também foi, mas aqui, com essa torcida, com a energia, vai ficar marcado para toda a minha vida”, enfatizou a judoca, que venceu a cubana Yalennis Castillo na disputa do bronze.

Mayra foi a segunda brasileira a ganhar medalha nos Jogos do Rio, após o ouro de Rafaela Silva, na categoria até 57kg (peso leve). A gaúcha fez questão de exaltar toda a equipe do Brasil. “A gente tem um time maravilhoso, feminino e masculino, traz sempre medalha, e vem crescendo. Temos atletas muito jovens, mas também experientes”, analisou.

A medalhista também ressaltou a capacidade que teve de se reerguer, após perder a semifinal para a francesa Audrey Tcheumeo. Ela lembrou que, no judô, os atletas aprendem a cair, para depois levantar e alcançar conquistas.

A gaúcha começou a lutar aos seis anos. Hoje, tem 25. Em seu perfil no site do COB, ela diz ter como grande objetivo ser campeã olímpica. Caso alcance esta meta, ampliará seu recorde, tornando-se a primeira mulher a ganhar três medalhas no judô.