quinta-feira, 18 de julho de 2013

O que a imprensa escondeu da pesquisa CNT/MDA

A pesquisa CNT/DMA divulgada ontem incluiu diversas perguntas e dados muito relevantes, mas parte das informações foi censurada por nossa mídia, que a cada dia pratica mais a censura, com raras exceções.

Os jornais destacaram a queda na aprovação do governo da presidenta Dilma Rousseff, mas esconderam a simulação sobre as intenções de voto em um eventual segundo turno em 2014.

De acordo com a pesquisa, no primeiro turno, Dilma teria 33,4% das intenções de voto, contra 20,7% de Marina Silva, 15,2% de Aécio Neves (PSDB) e 7,4% de Eduardo Campos (PSB).

No segundo turno, informação escondida pela mídia, Dilma venceria os três eventuais opositores. Contra Marina, venceria por 38,2% a 30,5%. Se o rival fosse Aécio, ganharia por 39,6% a 26,2%. Contra Campos, seria 42,1% a 17,7%.

Há uma singela pergunta a ser feita: por que o Datafolha não fez essa simulação em sua mais recente pesquisa e por que a Folha hoje noticia a CNT/DMA e não fala nada sobre o segundo turno, com uma chamada apenas para a queda da aprovação do governo? A razão é uma só: Dilma venceria todos os candidatos.