domingo, 19 de janeiro de 2014

Parlamentares do PT vão protocolar representação junto ao MPE contra o aumento da tarifa de água e esgoto.

O líder do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara Municipal de Manaus (CMM) vereador Waldemir José, anunciou na manhã desta sexta-feira (17) que vai protocolar uma representação junto ao Ministério Público do Estado (MPE), juntamente com o deputado estadual José Ricardo e o deputado federal Francisco Praciano, ambos do PT, para que o prefeito Arthur Neto (PSDB) não autorize o reajuste da tarifa de água e esgoto da cidade.

O pedido de reajuste de 5,52% da tarifa de água e esgoto, foi publicado no Diário Oficial do município de Manaus, a partir do pedido da concessionária Manaus Ambiental, o que prontamente foi autorizado pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam), que enviou a solicitação da empresa do reajuste anual, para o Executivo Municipal que pode aceitar ou não o pedido de aumento do preço da tarifa.

Para Waldemir José, a empresa não fez investimentos para solucionar os problemas da falta de água no município de Manaus e também não implantou a tarifa social, conforme determina o contrato de concessão do ano de 2000, além de não realizar serviços de tratamento de esgoto nos bairros da cidade. “ Estamos pagando por um serviço de esgoto que não existe” disse o petista

Por esses motivos, a bancada do PT no Amazonas vai solicitar na segunda-feira(20), por meio de representação ao MPE, a produção de uma Ação Civil Pública para impedir esse aumento até que se esclareça quais os custos reais que determinarão o preço da tarifa.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação