sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Manaus lidera ranking de mortes por arma de fogo na Região Norte, aponta estudo.


São 29,9 assassinatos por armas de fogo a cada 100 mil habitantes.

Entre as capitais da Região Norte, Manaus aparece com as maiores taxas de assassinatos por arma de fogo, 29,9 a cada 100 mil habitantes, perdendo apenas para Belém (46,9), segundo dados, de 2014, que fazem parte do relatório ‘Diagnóstico dos Homicídios no Brasil: Subsídios para o Pacto Nacional pela Redução de Homicídios’.

Divulgado, ontem, pela Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça MJ, o mapeamento dos assassinatos faz parte do pacto que o governo federal pretende lançar, ainda este ano, para reduzir em 20% o número de homicídios dolosos no País.

A taxa de homicídios dolosos em Manaus, no ano passado, chegou a 37,4 a cada 100 mil habitantes, o equivalente a 750 mortes, segundo dados preliminares do relatório.

Na capital, 15,8% da população moram em áreas vulneráveis à violência, aponta o relatório. O MJ considera a porcentagem de pessoas vivendo em ‘aglomerados subnormais’, um dado do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que informa qual é a parcela da população que vive em condições não ideais de habitação, como, por exemplo, as favelas. Tais situações se dão em condições precárias de saneamento e acesso a recursos do Estado.

De acordo com o relatório do MJ, o acúmulo de aglomerados tem sido observado como indicador de territórios inseguros “que podem influenciar em sociabilidades violentas e violência interpessoal”.

Com 909 assassinatos apontados no relatório e taxa de 23,94 mortes para cada 100 mil habitantes, o Amazonas aparece em 17º lugar no ranking de homicídios dolosos do Ministério da Justiça.

Brasil

Segundo o relatório, os Estados do Norte e do Nordeste concentraram mais de 50% dos homicídios dolosos ocorridos no Brasil em 2014, embora tenham somente 36,2% da população brasileira. Juntas, as regiões tiveram 24.328 dos 46.881 assassinatos do País (51,9% do total). No Sudeste, Centro-Oeste e Sul foram 22.553 homicídios no mesmo período.

De acordo com a pesquisa, o Nordeste é também a região com a maior taxa de mortes no país por grupo de 100 mil habitantes, com índice de 33,76. O índice é mais do que o dobro da região Sul: 14,36. A região Norte fica em segundo lugar, com 31,09 homicídios por grupo de 100 mil habitante, seguida do Centro-Oeste, com 26,26, e Sudeste, com 16,91.

Segundo o levantamento, países com históricos de guerra civil, como o Congo, e com altas taxas de homicídio associadas ao narcotráfico, como a Colômbia, possuem índices menores que o do Nordeste brasileiro.
 
Fonte> http://new.d24am.com/noticias/amazonas/manaus-lidera-ranking-mortes-arma-fogo-regiao-norte-aponta-estudo/141550