domingo, 20 de novembro de 2016

RACISMO E PRECONCEITO - Por Carlos Santiago*


A cultura racista e de preconceitos contra negros no Brasil é imensa. É um absurdo e também contraditória: nunca se falou tanto em Deus Salvador como nos nossos dias, nunca se abriu tantas igrejas, jamais tivemos um povo com tamanha instrução superior, nunca tivemos uma população majoritária na classe média como agora e muita distribuição de renda, as informações nunca foram tão esclarecedora como nos nossos tempos, jamais na história da humanidade se produziu tecnologias usadas para interação social. No entanto, a ignorância, o crime de racismo e os preconceitos contra os negros só crescem!

Quando criança, morador de uma lixeira, eu tinha dezenas de crianças negras como coleguinhas, na hora da chegada do caminhão para despejar o lixo, presenciei que os operadores dos carros sempre entregavam os melhores descartáveis para os meninos (as) brancos (as).

Cresci testemunhando vários casos de preconceitos e racismo contra negros. Entrei nas faculdades e não vi meus coleguinhas de infância, nem no curso de Ciências Sociais (Ufam), nem o Curso de Letras (UEA) e de Direito (Martha), nas pós-graduações jamais.

Não tenho orgulho desse tipo de Brasil. Não posso esquecer que dos 500 anos do País, 380 anos foram de escravidão, uma época em que um Ser Humano era apenas propriedade do outro.

Precisamos entender que todos somos Seres Humanos. A grande riqueza da vida está justamente nas diversas culturais dos Humanos: suas origens, credos, sentimentos e .....
Não suporto um povo que ainda é incapaz de entender isso.
Não estou feliz!

*CARLOS SANTIAGO é Sociólogo e advogado.